INOAR COSMÉTICOS E O ESPÍRITO DO TEMPO

vegan

Se observarmos à natureza veremos que tudo muda o tempo todo. Enquanto parte dela também estamos em constante mudança. Certamente que alguns mudam nesse movimento natural, outros resistem mais às mudanças. Mas, a única certeza é que tudo está em mutação constante, e hoje isso é mais observável pelo “tempo digital”. O que certamente deixa muitos inseguros, pois é difícil definir o que está em constante mudança.

Dizem os especialistas que as transformações tecnológicas hoje são a maior revolução da história da humanidade, e seu impacto infinitamente superior à revolução industrial no século XIX. Daí que temos sentido maior necessidade de busca por nossas origens, nossos antepassados, para, em certo sentido, preservar uma identidade.

Venho fazendo tal processo: resgatando minha história, minha origem, as coisas que sempre gostei de fazer. Somos resultado da miscigenação étnica-cultural que transformou as Américas há pelos menos 15 mil anos quando datam os primeiros registros de presença humana. Mais, recentemente, há pelo menos 518 anos (oficialmente o descobrimento do Brasil), é que houve a ocupação efetiva do território por europeus. Antes disto, as Nações indígenas habitavam aqui em harmonia com à natureza.

Há, pelos menos três traços étnicos em minha família que vão influenciar para sempre nossos hábitos: Portugueses, Espanhóis e Índios. Minha avó materna era índia no Mato Grosso. Saber de minhas origens indígenas me faz entender o gosto pelas plantas, por mexer na terra, pelas flores, os frutos, animais, cuidado e preservação da vida, solidariedade, etc.

Ter convivido muito com ela, e morado no interior do Estado de São Paulo, me remete aos rituais cotidianos simples com o uso de plantas, ervas. No cabelo a babosa logo virava um néctar no fortalecimento dos fios. O chá de camomila para enxague e um pouco de sol mantinham o cabelo mais claro. Às máscaras esfoliantes com azeite de oliva e açúcar para uma pele sem manchas e lisa.

As pessoas fazem uso de muitas receitas para cuidados pessoais e de beleza sem saber que são veganas, orgânicas, naturais, entre outros conceitos. Isso porque é intuitivo. Tal memória ancestral, o resgate que tenho feito de minhas origens, também tem se traduzido na empresa. A marca INOAR Cosméticos está se reposicionando na busca por maior integração com à natureza, que somos parte enquanto seres, e não superiores a ela, como já mencionei em outro post neste blog.

Na Beauty Fair 2018 apresentaremos produtos à base de flores, plantas, ervas, óleos (que sempre foi nosso forte), entre outros ingredientes naturais, orgânicos e veganos. Certamente que produzidos com o melhor da tecnologia em indústria cosmética, mas todos alquimicamente trabalhados para o êxtase dos sentidos. São aromas, texturas e cores que conectam os tempos: a origem e as transformações, o passado e o futuro no espírito de um tempo que se pretende eterno: o agora.

 

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s